Arquivos do Blog

O bug do milênio “parte 2”

2038: o bug do milênio atacará novamente

Entre os grandes medos que pairavam a informática nos anos 90, o Bug do Milênio possuía lugar privilegiado na primeira fila. O emblemático problema aconteceria na passagem do ano de 1999 para 2000 em sistemas mais antigos, que traziam datas armazenadas com apenas dois dígitos finais.

O pânico foi tão grande que empresas e pessoas correram para atualizar seus softwares e hardwares, permitindo que as que vendiam serviços e equipamentos eletrônicos lucrassem uma pequena fortuna vendendo seus produtos.

Entretanto, o que se viu foram falhas pequenas, fáceis de serem corrigidas. O grande Bug do Milênio chegou e passou sem maiores problemas, e todo o pânico acabou por cair por terra, já que mísseis nucleares não foram lançados aleatoriamente, aviões continuaram nos céus e os sistemas seguiram funcionando sem nenhuma complicação.

  Leia o resto deste post

Anúncios

A oposição ao Fortran

Na década de 50 começaram a surgir as primeiras linguagens de alto nível, onde uma das mais conhecidas era o Fortran, porém essa linguagem era especifica não sendo útil em todas as áreas de programação. Diziam que Fortran era boa para engenheiros, então decidiu-se criar uma linguagem mais orientada a negócios administrativos, que não envolvessem tantos cálculos assim, mas que fosse mais fácil de programar e que fosse capaz de manipular dados (ler, escrever, classificar, relacionar, etc), foi então que surgiu a linguagem de programação COBOL.

Leia o resto deste post